Vila Torres Digital

Semana do Idoso começa na terça-feira

Proposta é refletir sobre a inclusão dos idosos na sociedade

| Notícias - 26/09/2016 02:26

 O Brasil comemora o Dia do Idoso em 1º de outubro. A data é uma referência ao dia da aprovação do Estatuto do Idoso- Lei nº 10.741, ocorrida 1º de outubro de 2003.

Este ano, o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa e a Secretaria da Família e Desenvolvimento Social do Paraná realizam a Semana Nacional do Idoso em Curitiba, no período de 27 de setembro a 3 de outubro. O evento será aberto na terça-feira (27), no auditório Mario Lobo, no Palácio das Araucárias, a partir das 14 horas, aberto para participação de todos interessados.

Na programação está a palestra “Capacidade Civil e a Lei Brasileira de Inclusão”, que será feita pela procuradora do Ministério Público do Paraná, Rosana Beraldi Bevervanço.  Após, a coordenadora da Política da Pessoa Idosa da secretaria, Claudia Foltran, falará a respeito das ações do Governo do Estado para a promoção, defesa e garantia de direitos dos idosos.

Direitos
Com a criação do Estatuto do Idoso, em 2003, o governo brasileiro começou a incorporar resoluções de organizações internacionais, como a Organização das Nações Unidas (ONU) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre a terceira idade. Em 1982, a ONU elaborou a primeira Assembleia Mundial sobre o Envelhecimento, em Viena, na Aústria e desde então passou-se a ter uma reflexão e e ações posteriores a respeito do idoso.

População
Segundo Censo 2010 do IBGE, a população de idosos no Brasil é 20.590.599 habitantes que representa 10,8% da população. Em Curitiba a população de idosos é de 198.089 que corresponde a 11,3% da sua população com idade superior a 60 anos.

Atualmente a representação do idoso inativo, não mais produtor de bens e serviços, vem sendo substituída pela figura dos idosos dinâmicos, por vezes responsáveis pelo cuidado com as crianças enquanto os pais trabalham e pela complementação de renda no seu grupo familiar. O aumento da expectativa de vida é acompanhado pela permanência dos trabalhadores por mais tempo no mercado de trabalho, além do retorno ao trabalho, após a aposentadoria, motivado pela complementação de renda, sem levar em conta as mudanças que acontecem em cada um com a idade avançada.

Para saber mais sobre os direitos dos idosos acesse o endereço eletrônico do Conselho Estadual do Idoso: http://www.cedi.pr.gov.br/  ou do Conselho Municipal do Idoso .

Realização: