Vila Torres Digital

A Vila das Torres contada pela professora Adriane Lazaroto

Voluntária há mais de 10 anos, ela também é a autora do livro “Como ela é – A Vila das Torres contada por seus moradores”.

| Notícias - 20/06/2012 13:29

Desde seu início, o Clube de Mães já contou com vários voluntários para a elaboração de suas atividades comunitárias, mas poucos foram os que colaboraram durante tantos anos seguidos como a professora Adriane Lazaroto.

Com diversos trabalhos e projetos que já renderam crescimentos significativos para a Vila, Adriane é parceira do Clube há mais de 10 anos, e continua até hoje batalhando diariamente para contribuir com o desenvolvimento da comunidade e de seus habitantes.

A sua história começa em meados do ano 2000, na época em que ainda era aluna de jornalismo. Adriane, que estudava na PUC-PR (Universidade vizinha à Vila das Torres), conta que procurou o Clube de Mães para realizar uma matéria referente à comunidade. A partir disso, foi cada vez mais se aproximando das pessoas e se integrando ao Clube.

Parceria de Sucesso

Sempre contando coma ajuda de Dona Irenilda, Adriane começou a realizar diversas ações beneficentes em seu primeiro ano como voluntária. De início, foram em eventos pontuais, como o dia das crianças, ajudando tanto na organização, quanto na captação de brinquedos para as crianças. Já em seu segundo ano de participação, ela se transforma em professora e começa seu primeiro projeto: aulas de espanhol.

Durante três anos, ela pode ajudar as pessoas a aprender uma nova língua e a conhecer uma nova cultura. Porém, não foi apenas ela que ensinou. Durante esses anos, a professora explica que também aprendeu muito, conhecimento que a levou a outro projeto, e um dos mais especiais já feitos: o livro “Como ela é – A Vila das Torres contada por seus moradores”.

Escrevendo a Vila como ela é

O livro conta com uma extensa pesquisa, e levou mais de um ano para ser terminado. Ele relata diversas histórias dos moradores da Vila das Torres, contando sobre as suas vidas dentro da comunidade, como foram chegar ali, o que fazem para viver e diversos outros episódios do cotidiano, além de contar com várias fotografias e imagens da comunidade. “É um livro feito para mostrar as riquezas da Vila…” cita Adriane sobre sua obra.

O Livro, que já vendeu mais de 400 cópias, teve sua primeira edição lançada na Torre Panorâmica da antiga Brasil Telecom, em 19 de outubro de 2004. Quatro anos depois, teve outro lançamento, em 27 de maio. Nessa segunda edição, teve em conjunto a exposição de pinturas “Como Ela É”, que mostrou diversos quadros pintados pela professora e seus alunos, os próprios moradores da Vila.

Pintando um novo retrato da comunidade

As pinturas rederam outro grande projeto. Adriane leciona aulas pelo menos duas vezes por semana no clube, do meio dia às 13h. Desde técnicas de desenho, até como manejar as tintas, esse trabalho que começou em 2008, continua até hoje. A voluntária responde que as pessoas que participam das aulas são muito boas, e que, apesar de ser difícil mudar toda a comunidade, para ela [Adriane], se for para mudar a vida de apenas um morador, todo o trabalho já vale a pena. “Nosso trabalho aqui é de formiguinha, construindo tudo aos poucos, mas construindo forte… não é pela quantidade, mas sim pela qualidade”, ratifica.


Além dos projetos, a voluntária também é responsável por um site para portadores de deficiência visual, o Audio Docs. A mecânica do site é totalmente desenvolvida para os deficientes acessarem sem dificuldades, tudo por meio de som. Com tantos trabalhos sociais, Adriane espera que um dia a comunidade tenha acesso livre a cultura e conhecimento.

Adriane Lazaroto pode ser encontrada no Clube de Mães nas terças e quintas, no horário de almoço, no qual aproveita para dar a oficina de desenho e pintura. Também nas terças, ela participa na Web Rádio Vila Torres, com um programa de mesmo nome de seu site (Audio Docs), às 21h20.

Para quem quiser adquirir a obra “Como ela é – A Vila das Torres contada por seus moradores” e ter mais informações sobre a comunidade, pode entrar em contado diretamente com ela no Clube. O livro custa R$15,00.

Realização: